• Shortcuts : 'n' next unread feed - 'p' previous unread feed • Styles : 1 2

» Publishers, Monetize your RSS feeds with FeedShow:  More infos  (Show/Hide Ads)


Date: Thursday, 28 Aug 2014 22:54

102407_reggie

O nome desse cidadão é Reggie Showers. Ele foi campeão de motos na categoria drag racing, pilotando uma Suzuki Hayabusa de 300 hp a mais de 320 km/h. Ele também voa aeromodelos de alto desempenho, faz alpinismo e snowboarding. Reggie faz isso tudo que você não faz, sem ter as duas pernas.

Com 14 anos ele teve uma lição de engenharia da pior forma: saltando com uma BMX chegou perto demais das linhas de alta tensão em uma ferrovia próxima de sua casa. Um arco de 13 mil volts se formou, atravessou o corpo de Reggie e saiu pelas pernas, destruindo musculatura, nervos, tendões, tudo. Só que isso não foi o fim da carreira de Reggie, foi o começo. Os cientistas puderam reconstruí-lo. Melhor, mais forte. Tudo que Reggie faz hoje ele faz com próteses mecânicas, projetadas para o frio intenso da neve, para as tensões de uma corrida a mais de 300 km/h.

Reggie chegou a ser acusado de trapaça por outros corredores, que diziam que ele usava próteses menores e mais leves que uma perna humana. Bem, se fibra de carbono e titânio são melhores que osso e carne, azar: “vocês podem cortar suas pernas” respondeu Reggie.

Hoje as próteses de Reggie são feitas pela College Park, com mais de 6.000 combinações de componentes. Cada uma é customizada para um usuário (não dá pra chamar de paciente) específico. Graças à tecnologia Reggie leva uma vida normal, ativa e saudável. Mais até do que antes. Com o uso de softwares de última geração como o PTC Creo as próteses mais recentes são 10% mais leves e 40% mais resistentes. A história de Reggie você vê aqui.

A Parametric Technology Corporation é uma daquelas empresas que a gente não costuma ouvir falar fora do mercado corporativo, mas basta dizer que ela não produz softwares que desenham naves espaciais para Hollywood, seus usuários criam naves espaciais de verdade.

Entre outros softwares a PTC responde pelo MathCAD, um programa que se o Feliciano deixasse receberia pedidos de casamento diário, de seus usuários. Qual o nível de poder do MathCAD? A 3M usa para simular o comportamento de polímeros adesivos em condições extremas, para uso na indústria aeroespacial. Eu não tinha idéia nem de que isso era possível. Cola é cola, cola e vê se cola.

CREO

A NASA está usando produtos da empresa para modelar um jetpack de emergência a ser usado por astronautas caso o cabo de segurança arrebente. Sim, inviabiliza o roteiro de Gravity, é a vida. Mais detalhes aqui, com o maior nerd do mundo.

No Brasil os produtos são usados por Embraer, Petrobras e boa parte do mercado aeroespacial. Nem todos, claro, não criaram ainda o PTC Typewriter Master 2000.

Agora dia 9 de setembro farão o PTC Technology Day, e nós estaremos lá.

Citando o press release, “Um dos temas em destaque será a Internet Das Coisas (IoT), os smart connected products e as transformações que essas tecnologias já estão provocando no segmento de manufatura”. Já parou para pensar que agora até lâmpadas possuem conectividade, e que isso acrescenta uma camada de complexidade imensa? É preciso que coisas antes simples funcionem, o que não é simples. Videocassetes nasceram cresceram e morreram piscando 12:00 nos relógios.

Haverá apresentações de empresas como Embraer, GE, Petrobras, Dell e outras, além do lançamento oficial do Creo 3.0 no Brasil.

O PTC Technology Day é gratuito, acontecerá em São Paulo, dia 9. Mais detalhes no site oficial.

The post MeioBit no PTC Technology Day appeared first on Meio Bit.








Author: "Carlos Cardoso" Tags: "Indústria, Parametric Technology Corpor..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Thursday, 28 Aug 2014 21:41
desafio

Imagem não-relacionada. Desafio aceito, Samsung.

Ontem (27/08) foi um dia interessante. A convite da Microsoft viajei para São Paulo, onde passei por outra daquelas experiências bizarras que só uma vida de blogueiro de tecnologia proporciona. Junto com outros blogueiros e jornalistas participamos de um almoço da Dinner In The Sky (eu sei, não faz sentido), apreciando uma seleção de pratos amazonenses em uma plataforma a 50 m de altura, suspensa por um guindaste.

A lógica era fazer uma associação com os serviços de nuvem da Microsoft. Ainda bem que não era moda quando a Apple lançou o OSX Tiger, ou o evento seria no Zoológico de Cascavel (too soon?).

A brincadeira foi interessante, a comida estava gostosa e uma moça bonita da Microsoft pegou na minha mão lá no alto, o que me qualifica pro Mile High Club, mas vamos ao que interessa: o Lumia 530 presta?

Sim. Bastante.

lumia530

Não existe mais bobo no mercado de telefonia, mas os Entry Levels variam muito. A Apple não tem aparelho Entry Level, tem aparelho velho que empurra pros pobre tudo. Os grandes fabricantes Android possuem aparelhos bem decentes: um Samsung ou um Motorola baratinhos atualmente não são mais uma experiência de dor e desespero e sofrimento como os xing-lings que aparecem no Mercado Livre, mas e o Windows Phone?

O Lumia 630 mesmo no preço de R$ 549,00 na Claro não pode ser considerado entry level. O Lumia 520 por R$ 599,00 muito menos. O 530 veio preencher essa lacuna de forma bem agressiva, e eu acho que conseguiu.

O preço sugerido é de R$ 399,00. Em troca disso você recebe um celular humilde mas não pobre. Ele é redondinho, pequeno e bem-resolvido. Lembra muito um fusca, no melhor dos sentidos. Ele é minúsculo, 119,7 × 62,3 × 11,7 mm. Com 129 g, não pesa nada. Na mão ele some. A tela de 4 polegadas parece ínfima, mas lembre-se, ela é do tamanho da do iPhone original. A resolução é de 480 × 854 pixels, 245 PPI, praticamente retina.

Ele é dual chip SIM, com aquela integração esperta no sistema operacional, dá pra unificar os serviços e tratar as duas operadoras como uma, se você quiser.

O brinquedinho vem com um processador Snapdragon 200, quad-core rodando a 1,2 GHz. Em termos de conectividade, 3G a 21 Mb/s, Wi-Fi b/g/n, Bluetooth 4.0. Não tem frufrus como NFC. Não que faça falta.

A câmera tem respeitáveis 5 Mp e pedigree Nokia. Faz vídeos 480p a 30 fps, portanto será usado para documentar aparições de UFOs e pés-grandes mundo afora. Não há câmera frontal, como é de se esperar em aparelhos entry level. Já o GPS continua firme e forte, um dos focos da Nokiasoft é a área de navegação e mapa sem GPS num rola.

O 530 vem com 512 MB de RAM, 4 GB de armazenamento interno e um slot micro-SD que aceita cartões de até 128 GB, o que é mais que suficiente para qualquer um. Não tem TV digital mas tem rádio FM. Para as especificações completas, visite o GSM Arena, que é de onde todo mundo kiba esses dados anyway.

O sistema operacional é o Windows Phone 8.1, com as tradicionais promessas (cumpridas!) de suporte a atualizações por um bom tempo tempo. Ao contrário do que se via no tempo do Windows Mobile não há um penalty de performance por causa das limitações de hardware. O sistema roda redondinho, unificando a experiência de uso.

A bateria, claro, dá show: seriam 51 h de música, 528 h de stand-by, 13 h 20 min de conversação e…

Nokia-Lumia-530-Dual-SIM-fonearena_15

Isso mesmo, bateria removível. Junto com a capa traseira, que é trocável. Isso aliás merecia quase um post. Finalmente identificaram e demitiram o diretor daltônico que só autorizava aparelhos pretos e brancos. Para desespero do Feliciano o arco-íris venceu e o 530 virá em preto, branco, verde e laranja. Ok, com capas verdes e laranjas vendidas a R$ 39,00 mas é melhor do que nada.

Nos velhos tempos eu andava com um Symbian principal e um Nokia 3320 como auxiliar, ótimo pra enfiar no bolso da calça e ir pras quebradas, onde era perigoso ou desconfortável levar um smartphone. Hoje isso não é mais viável. Um celular que só faça ligações é — para mim — algo inútil. Hoje um Lumia 520 seria um excelente segundo celular, cumpriria muito bem esse papel.

O Lumia 530 é a prova viva de que dá para ser simples sem ser simplório. Ele tem tudo para ser um excelente primeiro celular de alguém. Claro, não é um Aston Martin como o Nokia 930, nem é essa a proposta. A Microsoft se junto ao seleto grupo de empresas que aprendeu: um celular entry level não precisa ser um Lada, pode ser um fusquinha.

herbie2

The post Microsoft lança Lumia 530 de 50 metros de altura appeared first on Meio Bit.








Author: "Carlos Cardoso" Tags: "Lumia 530, nuvens, lumia, Microsoft, alt..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Thursday, 28 Aug 2014 20:00

zenfone_6

Que a Asus ia lançar um smartphone por aqui a gente já sabia, mas a empresa de Taiwan decidiu literalmente vir com tudo, e além do Zenfone 5, vai lançar os Zenfones 6 e 4 no Brasil, todos com uma política de preços bem ousada.

O topo de linha é o Zenfone 6 da imagem acima, que tem câmera de 13 megapixels e vai custar menos de R$ 1.000. Os Zenfones 5 e 4 vão chegar por aqui com preços bem amigáveis, a partir de pouco menos dos R$ 600,00 no caso do Zenfone 4. Lembrando que este possui tela de 4,5 polegadas. Com esta aposta no preço baixo, a Asus pretende ampliar seu apelo no Brasil para muito além dos PCs, notebooks e tablets.

Fonte: DD.

The post Asus vai lançar Zenfones 6, 5 e 4 no Brasil appeared first on Meio Bit.








Author: "Nick Ellis" Tags: "Asus Zenfone, smartphone, Mercado, Compu..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Thursday, 28 Aug 2014 18:30

thor

A Microsoft tolerou engraçadinhos e espertos o máximo que pôde. Quando a Windows Store ainda era um deserto totalmente inóspito, Redmond fazia vista grossa para desenvolvedores que criavam aplicações clones de softwares que não estão presentes oficialmente seja no Windows 8, nos tablets ou no Windows Phone. Só que o tempo passou e como tudo na vida, houve o abuso. Agora que a plataforma amadureceu, a Microsoft endurece as regras de aprovação de apps, além de vir nas últimas duas semanas chutando centenas de apps piratas.

A partir de agora, novos requisitos de certificação introduzidos na Windows Store exigirão que os apps sigam três regrinhas de outo: tenham um nome sucinto que reflita sua funcionalidade, sejam adequadamente categorizados de acordo com sua função e contem com ícones facilmente identificáveis e que não remetam a outro app, para evitar confusões. Diversos desenvolvedores foram contatados pela empresa e muitos atenderam às exigências, principalmente por serem devs bem intencionados.

Só que para cada um legal existem uns 20 espíritos de porco: muitos não retornaram o contato da Microsoft, por se tratarem de apps ou maliciosos ou clones descarados, basta ver o que aconteceu com o game Braid ou mais simples, fazer uma busca por “Mario” ou “YouTube”, esse último principalmente devido a recusa do Google em prover um app oficial, depois de uma senhora queda de braço entre ambas empresas.

Isso posto, a Microsoft deu início ao Protocolo Banhammer: nas últimas duas semanas mais de 1.500 apps duvidosos foram chutados sem dó de sua lojinha, e a companhia assumiu o compromisso de reembolsas usuários que pagaram pelas aplicações removidas. O processo de revisão dos apps hospedados até o momento prossegue e é evidente que mais programas serão extirpados sem dó da Windows Store, de modo a proteger os usuários.

Minha única reclamação é o fato de Redmond ter demorado muito para isso; ter uma loja deserta não é desculpa para fazer dela a Casa de Irene. Pelo menos, ainda que tarde a Microsoft resolveu pôr ordem no recinto.

Fonte: TNW.

The post Microsoft inicia expurgo de apps duvidosos da Windows Store appeared first on Meio Bit.








Author: "Ronaldo Gogoni" Tags: "Comunicação Digital, cópia, malandro..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Thursday, 28 Aug 2014 17:30

rockman-x4

Eu já externei várias vezes aqui o quão fã eu sou da franquia Mega Man, em especial da série clássica; eu também já desci a lenha várias vezes na Capcom devido a negligência com sua notória mascote, tendo-o vilipendiado e cancelado títulos ao longo dos anos, prometendo novidades e deixando os 25 anos do personagem passarem totalmente em branco e por aí vai.

Como a desenvolvedora não mais demonstra interesse em criar algo novo, resta ordenhar ao máximo os títulos antigos. Foi assim com os games originais do Game Boy e Game Boy Color portados para o 3DS, e agora é a vez de dois títulos da série X que fizeram sucesso no PSOne darem as caras no PS3 e PS Vita.

No próximo mês a Capcom pretende ganhar mais uns caraminguás relançando Mega Man X4 e X5, dois excelentes títulos da segunda série do robozinho azul lançados respectivamente em 1997 e 2000 para o primeiro PlayStation. Numa época em que todo mundo estava tentando transitar entre o 2D e o 3D, a Capcom cometeu dois games da série X totalmente em 2D, aproveitando o então grande poderio gráfico dos 32 bits e entregando jogos bem bonitos e com boa mecânica. Mega Man X4 é um game melhor, com uma jogabilidade mais balanceada (além de ter sido o primeiro game da série a permitir o jogador controlar Zero, numa aventura do início ao fim), enquanto Mega Man X5 copia alguns elementos do anterior, porém conta com uma história melhor escrita, que remexe o passado dos protagonistas (aproveitando dicas dadas em X4).

Aliás, cabe uma nota aqui: originalmente o produtor Keiji Inafune escreveu Mega Man X5 como o último capítulo da série, de modo a criar um gancho para a série Mega Man Zero do Game Boy Advance. Porém a Capcom, sedenta por grana iniciou o desenvolvimento de Mega Man X6 sem que ele soubesse, o que bagunçou seus planos quando ele descobriu. E para esculhambar com tudo de vez, a rigor Mega Man X7, X8 e Command Mission sequer são canônicos.

Deixando isso de lado, o fato é que Mega Man X4 será lançado no dia 2 de setembro para PS3 e PS Vita via PSOne Classics, enquanto que Mega Man X5 chegará à PSN no dia 09/09. O preço não foi divulgado, mas em todo ambos são dois games muito bons e que podem ao menos manter o fã do robozinho azul afiado para a chagada de Mighty No. 9 em 2015.

Fonte: CapUn.

The post Mega Man X4 e X5 chegarão ao PS3 e PS Vita em setembro appeared first on Meio Bit.








Author: "Ronaldo Gogoni" Tags: "ps vita, Sony, Mega Man X, PS3, Mega Man..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Thursday, 28 Aug 2014 16:20

potd-panda_2911972b

Um centro especializado em reprodução de pandas, na China, estava se preparando para exibir um parto por streaming e para uma TV local. Mas o show precisou ser cancelado.

Ai Hin, a linda panda da foto acima, tem 6 anos de idade e, por causa de todos os sintomas apresentados, já estava recebendo cuidados especiais para pandas grávidas no centro da província de Sichuan, quando os tratadores perceberam que ela não estava grávida.

Seus cuidadores estão tentando entender a razão por trás da gravidez falsa. Um motivo plausível pode ser ela querer continuar recebendo comida melhor e em maiores porções, dormindo no ar condicionado e recebendo mimos em tempo integral.

Pra gente entender melhor, precisamos lembrar que a reprodução de pandas em cativeiro é um processo extremamente difícil e delicado.

a80cf2fc-1e7a-40c2-95b0-378af950cce2-460x276

Trata-se de um animal em extinção que, mesmo em ambiente controlado, tem baixas taxas de procriação. Só 24% das pandas que engravidam conseguem dar à luz de forma saudável. Atualmente existem apenas 1600 pandas no sul da China, e 300 em cativeiro.

Claro, este cenário de extinção tem o belo e sempre presente fator humano, mas são humanos que estão tentando fazer com que esses bichinhos possam se multiplicar e voltar a viver em zoológicos suas áreas nativas.

Bom, para tentar aumentar estas taxas de natalidade nos centros de reprodução, as pandas com sinais de gravidez costumeiramente são levadas para estas salas e ficam em observação por algum tempo, já que não há como fazer testes laboratoriais como em humanos.

Pelo que eu entendi das fontes, tem como fazer ultra-som. E é como os especialistas descobrem se há ou não gestação. Mas os primeiros exames são feitos muito antes de ser possível identificar a gravidez, logo que as candidatas a futuras mamães são levadas para as salas confortáveis. Na maioria das vezes, é alarme falso e elas são devolvidas à área comum. Só depois de alguns meses analisando que dá pra ter certeza se ela tá grávida ou não.

Qualquer método intrusivo ou estressante é descartado pelo risco de dar fim à possível gravidez.

“Na área isolada elas recebem mais comida, atenção, frutas e bambu, então possivelmente alguns indivíduos podem estar se aproveitando disso pra conseguir uma vida mais confortável” – disse Wu Kongju, um dos especialistas do laboratório.

Ai Hin pode ter desenvolvido uma gravidez psicológica, reduzindo sua mobilidade, seu apetite, com uma elevação de hormônios e tendo comportamento de pandas que estão em gestação.

PandaBrazil

Há a possibilidade de uma alteração psicológica natural, mas por adaptabilidade, os cientistas entendem que, de fato, a panda (e outros pandas, isso tá cada vez mais comum entre estes animais) estava fingindo a gravidez para conseguir maior conforto e melhor alimentação.

E já que falta à essa espécie o poder do diálogo aberto, os especialistas acreditam que o próximo passo é fingir orgasmos.

Fontes: Washington Post, Telegraph e The Guardian.

The post Panda pode ter fingido gravidez para receber tratamento diferenciado na China appeared first on Meio Bit.








Author: "Matheus Gonçalves" Tags: "safadinha, extinção, gravidez, Biologi..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Thursday, 28 Aug 2014 15:59

Com o nome Pentax envolvido eu não deveria achar estranho. Mas, pensei que a Ricoh, depois de comprar a divisão de fotografias da Pentax, iria dar uma freada nesta tendência exibicionista da marca, mas eu estava errado. Para quem não lembra, a Pentax foi responsável por uma onda inacreditável de edições especiais de suas câmeras, sendo que uma era mais bizarra do que a outra. Porém, em minha opinião, nenhuma mais estranha do que a Pentax K-x Korejanairobo Edition , se bem que a Evangelion Edition da Q10  ficou deliciosamente esquisita também.

A Ricoh acaba de fazer o anúncio de mais uma câmera reflex intermediária com a marca Pentax. A KS-1 é uma câmera bonita, que possui um design baseado na tradição das câmeras digitais da marca. A grande diferença aqui é uma linha de pequenos Leds que ficam dispostos na empunhadura da câmera e em volta do botão de disparo. Esse sistema, batizado pela Ricoh de Sistema de Interface de Iluminação, possui a desculpa oficial de eliminar algumas complexidades do uso de uma câmera reflex e dar um feedback ao usuário sobre o que está acontecendo com a câmera, mesmo no escuro. Aliás, utilizar o sistema no escuro deve ser uma coisa linda. Na prática, as luzes piscantes parecem ser meramente decorativas. O LED pulsa de modo diferente dependendo do modo de disparo que está regulado, mostra a contagem regressiva o disparo remoto e fica vermelho quando o modo vídeo está sendo utilizado. Não deve ser um bom equipamento para se utilizar no teatro, pois vai chamar mais a atenção do público do que o espetáculo.

Tirando essa maluquice, se trata de uma câmera correta e com recursos interessantes. Ela está equipada com um sensor CMOS APS-C com 20 megapixels de resolução máxima com estabilização de imagem. Uma vantagem interessante é o visor pentaprisma com cobertura de 100% da imagem. Pode parecer uma besteirinha, mas só quem já usou sabe como é bacana. A câmera também apresenta o simulador de filtro anti-aliasing, que é encontrado na Pentax K3. Fechando o pacote temos a incrível sensibilidade ISO máxima de 51.200, modo contínuo com 5,4 fotos por segundo, gravação de vídeo em Full-HD e visor LCD com 3 polegadas.

A  Pentax KS-1 vai chegar ao mercado em setembro com a opção de 12 cores diferentes. O valor, junto com a lente SMC DA L 18-55mmf/3,5-5,6, deve ficar em torno de US$ 799,95.

Pentax_KS1

 

Fonte: Dpreview

The post Pentax KS-1 – luzinhas piscando appeared first on Meio Bit.








Author: "Gilson Lorenti" Tags: "LED, Equipamentos, pentax, ricoh, câmer..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Thursday, 28 Aug 2014 15:30

lg-g3

Pois é, embora muita gente tenha ficado uma uma impressão não muito agradável de gerações antigas dos dispositivos mobile da LG, a verdade é que a companhia sul-coreana vem caprichando nos últimos anos. O G2 e o G3, seus dois últimos tops de linha foram bem-sucedidos, isso sem contar os Nexus 4 e 5, fabricados sob o olhar atento do Google.

E a resposta do público em relação a sua mais recente experiência top está excedendo todas as expectativas: de acordo com números divulgados pela empresa, o G3 está caminhando para se tornar seu primeiro smartphone a atingir a marca de 10 milhões de unidades vendidas em todo o mundo.

Pode parecer um número irrisório, principalmente se compararmos com os números de sua rival Samsung: entre abril e junho o Galaxy S5 vendeu 28,6 milhões de unidades, brigando feio na linha dos dispositivos 4G com o iPhone 5s, que no mesmo período vendeu 32,7 milhões de aparelhos. Só que convenhamos, a Sammy domina o mercado de Android, enquanto que a LG fica com uma fatia bem pequena do bolo. A LG revelou ao Korea Times que já enviou 14,5 milhões de aparelhos às lojas no segundo trimestre, e boa parte desse sucesso se deve ao G3, que ajudou a alavancar as vendas da companhia. Variantes como o G3 Beat e o G3 Stylus também são apostas da LG para impulsionar as vendas gerais de seus smartphones em 2014.

Ainda que tenha chegado ao mercado com um preço mais elevado devido o display Quad HD (por aqui ele custa oficialmente R$ 2.299,00), o G3 está indo muito bem para tamanho do mercado que a LG atende, isso é fato. A empresa da Pior Coreia não disse para quando ela espera que a marca dos 10 milhões será atingida, apenas que não vai demorar muito. De minha parte eu acho o aparelho deveras interessante, e caso ele fosse mais barato eu fatalmente acabaria adquirindo um.

Fonte: TKT.

The post G3 será o primeiro smart LG a vender 10 milhões de unidades appeared first on Meio Bit.








Author: "Ronaldo Gogoni" Tags: "iPhone 5S, Comunicação Digital, Hardwa..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Thursday, 28 Aug 2014 14:30

ps-all-stars-battle-royale

Entra mês, sai mês e ao menos para os assinantes da PS+, toda última semana gera uma expectativa em torno de quais serão os próximos títulos gratuitos que serão oferecidos na Instant Game Collection, o plano que já entregou dezenas de games na faixa mas que agora limita a oferta a apenas seis games diferentes por mês. Em setembro, embora a oferta não tenha sido lá muito boa em comparação à do mês passado, ao menos introduziu um game que todos sabíamos que apareceria na promoção mais cedo ou mais tarde.

Seguindo a nova política, novamente a Sony volta a oferecer dois títulos por plataforma, mas como alguns são cross-buy acaba que o PS4 terá dois títulos gratuitos, o PS3 três e o PS Vita quatro. Começando pela nova plataforma, o PS4 receberá o shooter/platformer Velocity 2X (que também está presente no Vita) e o game de esportes Sportsfriends (que é cross-buy com o PS3). Já o portátil receberá dois que só rodam nele: o divertido Joe Danger, o primeiro game da então desconhecida Hello Games, responsável pelo ultra-hypado No Man’s Sky, e TxK, a atualização do clássico shooter de arcade Tempest, que recebeu uma roupagem bem ao estilo do século 21.

Porém é uma das ofertas de PS3 que acaba sendo a mais “interessante”, embora já sabíamos de antemão que isso ocorreria mais cedo ou mais tarde: finalmente a Sony está dando para seus assinantes PlayStation All-Stars Battle Royale, seu famigerado jogo de luta de arena, chamado ironicamente de “o Super Smash Bros. da Sony”, título acusado de não ser original em nada e ser apenas um caça-niqueis, lucrando em cima de suas franquias famosas entregando uma experiência pouco inspirada. No fim das contas a Sony rompeu com a desenvolvedora e posteriormente o matou, não introduzindo mais novidades. Portanto, a única coisa que restava fazer com ele era dá-lo de graça aos assinantes da Plus, disponibilizando-o para PS3 e PS Vita. Completa o host de games gratuitos o título de estratégia Hoard.

Como dito anteriormente, os seis games serão dados aos assinantes na próxima terça-feira, ao custo da retirada dos títulos que estão sendo oferecidos no momento. Portanto, se você ainda não garantiu suas cópias de Dragon’s Crown, Fez e Crysis 3, é melhor correr.

Fonte: PSB.

The post PS+ em setembro: PlayStation All-Stars Battle Royale de graça appeared first on Meio Bit.








Author: "Ronaldo Gogoni" Tags: "ps vita, PS4, grátis, Sony, PS Plus, PS..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Thursday, 28 Aug 2014 12:31

windows-threshold

Novas informações acerca da nova versão do Windows, codinome Threshold (e conhecido informalmente como Windows 9) estão pipocando, graças a vazamentos dos últimos builds do sistema operacional. A mais interessante novidade acerca do sistema operacional diz respeito a algo que não é algo que todo mundo realiza o tempo todo, mas mesmo assim gera certo incômodo quando é necessário: a partir de agora o Windows realizará upgrades de versões com um clique.

De acordo com o Neowin, ao builds atuais distribuídos pela Microsoft (chamada de Technical Preview) a fabricantes permitem que elas sejam atualizadas da mesma forma que fazemos os updates periódicos: através do Windows Update; com um clique, é possível atualizar todo o SO e contar com a build mais recente disponibilizada. Pode parecer que estou falando algo óbvio, pois isso distribuições Linux fazem há tempos, mas a Microsoft nunca se preocupou em facilitar ao máximo o processo de upgrade do sistema operacional.

Agora vejamos: quando ao builds técnicos do Windows 8 foram disponibilizados ao público, para manter o sistema atualizado era preciso realizar uma nova instalação como sempre fizemos nos últimos 20 anos: através do boot do sistema. Se os builds já contam com upgrade com um clique, é muito provável que a versão final também trará a novidade. Motivo: a Microsoft está se esforçando para fazer do próximo Windows um sistema menos voltado a geeks e mais intuitivo para a população geral, já que muita gente migrou das janelas para a maçã exatamente pelo fato de o OS X ser mais simples. Como uma amiga estava me explicando ontem, o sistema da Apple não enche o saco do usuário e “apenas funciona”, avisando só quando algo dá errado.

Fazer o consumidor ter que lidar com um processo de update complexo é aos olhos da atual Microsoft contra-producente, além de que permitir o upgrade com um clique permitirá que o Windows seja mais simples de ser atualizado, aumentando a segurança como um todo. Muito provavelmente o processo de update do Windows 8 para o Threshold não trará essa novidade, mas tudo leva a crer que daqui para a frente as coisas serão mais simples.

A outra novidade diz respeito ao Modern UI. A Microsoft aprendeu a lição e teve que admitir que desktop e mobile não se misturam, portanto a separação entre os ambientes será mais radical do que se pensava: a interface Modern não estará nem desativada por padrão no desktop, e sim será de fato removida, restando tão somente o ambiente desktop clássico. Ou seja, usuários de desktop e tablets usarão ou o desktop ou a Modern, e nunca ambos. Já sabíamos que o ambiente clássico seria removido dos dispositivos mobile, mas pelo visto o Modern ficará restrito ao novo Menu Iniciar, que trará as Live Tiles.

Na verdade o menu não lembrará em nada sua antiga versão presente no Windows 7: ele poderá ser maximizado e utilizado com uma versão da tela Iniciar da interface Modern, mas a original irá para o espaço no desktop, ficando restrita a tablets. Ao que parece, dispositivos híbridos como o Surface Pro 3 se aproveitarão desse recurso — uma vez desconectado o teclado, o Menu Iniciar assume a forma maximizada automaticamente; ao voltar para o teclado, o desktop assume. Tudo sem a interferência do usuário.

Isso e outras mudanças como o fim dos Charms e a integração profunda da Cortana ao Threshold mostram o esforço da Microsoft em não só tornar o Windows mais atraente frente à concorrência, mas superar o fraco desempenho do Windows 8 – que eu gostei bastante, admito – voltando atrás em diversas adições feitas na última versão do sistema operacional. A previsão é que o primeiro beta público do Threshold seja disponibilizado no dia 30 de setembro.

Fones: NW e WB.

The post Windows 9 contará com processo de upgrade com um clique appeared first on Meio Bit.








Author: "Ronaldo Gogoni" Tags: "menu iniciar, Comunicação Digital, Mic..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Thursday, 28 Aug 2014 11:30

shigeru-miyamoto

Durante anos a Nintendo tentou de todas as formas atrair todos os tipos de público para sua plataforma. Esse foi um dos principais motivos do sucesso do Wii: ao entregar jogos casuais de que desde a criança ao vovô poderia jogar, as vendas explodiram. Só que o foco mudou: em entrevista à EDGE, Shigeru Miyamoto explicou que esse tipo de jogador não mais interessa à companhia, principalmente por ter uma postura passiva e não aproveitar os games ao máximo.

É a primeira vez que um alto funcionário da Nintendo faz uma declaração do tipo, e é até um tanto surpreendente ela vir justamente de Miyamoto, o faz-tudo da Nintendo e responsável direto por Wii Music, que foi um dos responsáveis por atrair o público não-gamer para o Wii, junto com Wii Sports e Wii Fit. Para a Nintendo, o jogador casual não mais interessa devido o fato dele possuir uma atitude passiva, querer tudo de bandeja e não tentar se desafiar com os games. E apesar da Nintendo ter como missão dar lucro como qualquer outra empresa, entregar experiências únicas com seus games sempre fez parte do DNA da companhia e de Miyamoto.

Existem algumas pessoas que podem querer ver um filme. Eles podem querer ir à Disneylândia. Sua atitude é ‘OK, eu sou um cliente. Me entretenha’. Esse tipo de atitude passiva me parece patética. Eles não sabem o quão interessante pode ser se eles derem um passo à frente e tentarem se desafiar (com games mais complexos).

Para Miyamoto, a conversão dos dispositivos mobile, sejam iPhones, iPads ou Androids nas plataformas de games portáteis casuais (ou nem tanto) de maior sucesso do mundo tirou a responsabilidade da Nintendo em atender esse público: todos eles migraram para seus smartphones e tablets, permitindo a companhia japonesa se focar em quem realmente interessa: os fãs de suas franquias, lhes permitindo entregar novos títulos de suas séries favoritas com novas experiências inovadoras.

Nos tempos do Wii e DS, a Nintendo fez de tudo para expandir a comunidade de jogadores. (…) Felizmente, graças à expansão do mercado de smartphones e tablets, essas pessoas jogam o tempo todo. Isso é bom para nós, pois nós não temos que nos preocupar em criar algo relevante para as vidas da população geral.

Isso faz com que a Nintendo volte ao caminho em que ela estava antes do Wii: manter o foco em mais games de Mario, Zelda, Donkey Kong e etc. e manter seus fãs e gamers hardcore satisfeitos. Quanto aos casuais, eles já têm seus dispositivos mobile para entretê-los. Se isso dará certo? Só o tempo dirá, mas é bom ver que ao menos a Nintendo está focada em um objetivo, que é manter seus fãs satisfeitos.

Fonte: CVG.

The post Miyamoto: Nintendo não mais focará em jogadores casuais appeared first on Meio Bit.








Author: "Ronaldo Gogoni" Tags: "Cultura Gamer, smartphones, Nintendo, Ga..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Wednesday, 27 Aug 2014 23:01

Vértebra 3D

A impressão em 3D parece ter aberto infinitas possibilidades na área da medicina. Os médicos do Terceiro Hospital da Universidade de Pequim produziram um implante personalizado para substituir uma vértebra com câncer no pescoço de um garoto de doze anos.

O menino, que não teve o nome revelado, foi diagnosticado com um tumor maligno na segunda vértebra do pescoço há aproximadamente dois meses. Nesse período ele mal podia ficar de pé por alguns minutos e os médicos começaram a trabalhar no que seria a primeira cirurgia a utilizar uma vértebra impressa em 3D.

Durante o procedimento, que tomou mais de cinco horas, os médicos removeram a vértebra com câncer e implantaram a peça impressa em 3D entre a segunda e terceira vértebras. Foi necessário limpar tecido com câncer dos nervos, artérias e coluna vertebral, e fixar a vértebra artificial com parafusos de titânio.

Os médicos afirmam que o novo procedimento acelera o processo de recuperação.

Liu Zhongjun, diretor do departamento de ortopedia da Universidade, afirmou:

Usando as tecnologias atuais, o paciente precisa ter a cabeça presa com pinos após a cirurgia. Ela não pode tocar a cama enquanto está descansando e isso dura por pelo menos três meses. Com a técnica de impressão nós podemos simular o formato da vértebra, e é mais forte e conveniente do que os métodos tradicionais.”

Uma grande vantagem da impressão 3D é a possibilidade de personalizar os implantes, permitindo um encaixe perfeito com a anatomia do paciente.

Por enquanto o garoto ainda não pode falar e precisa escrever para se comunicar, mas sua condição física é boa e se recupera dentro do esperado.

Fonte: Gizmag.

The post Garoto com câncer tem vértebra substituída por uma impressa em 3D appeared first on Meio Bit.








Author: "j. noronha" Tags: "Hardware, 3D, Impressora 3D, Medicina"
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Wednesday, 27 Aug 2014 22:32

Sala-da-Justica-33

No programa de ontem, Cardoso, Matheus, Ronaldo e eu, Nick, conversamos sobre as notícias mais importantes da semana no MB. No primeiro bloco, os temas foram as ferramentas que podem rastrear o seu celular, e que estão sendo compradas por governos ao redor do mundo; a história do violinista que tocou seu instrumento durante sua própria cirurgia; afinal, até que ponto a fragmentação do Android é realmente relevante e a reciclagem de baterias de carro descartadas em células para a produção de painéis solares.

No Top 7 da semana, as novas informações sobre o Moto X+1; como a implantação de veículos autônomos do Google pode acabar com as esperanças de candidatos a transplante de órgãos; o verdadeiro fatality da Samsung na Apple no desafio do balde de gelo; o novo dress-code para os funcionários de TI da Casa Branca; como o Bial tinha razão, e o uso de filtro solar é essencial; a cidade de Munique, pioneira no uso do Linux, resolve mudar de volta para o Windows, e o nosso Top 1, como a usina solar BrightSource está matando milhares de pássaros mesmo contra sua vontade.

Na Roleta Russa, a pergunta que não quer calar: você confia realmente no seu smartphone? Yay ou nay?

Lembre-se de assinar nosso canal no YT e também nosso feed de áudio. Agradecemos a Estrela pela edição do programa.

Lista de links comentados no episódio

Primeiro Bloco — notícias dos últimos dias

 
Top 7 da semana

7) Surgem novas informações da segunda geração do Moto X
Loja brasileira “vaza” informações do Moto X+1 e Titan
6) Por causa do Google milhares de candidatos a transplante correrão risco de morte!
5) Samsung aplica um fatality na Apple com desafio do balde de gelo
4) Casa Branca aceita que programadores se vistam como programadores
3) O Bial estava certo: use filtro solar
2) Munique, cidade pioneira no uso do Linux, deve voltar para o Windows
1) Energia Solar: excelente exceto para os pássaros

Roleta Russa — Yay ou Nay?

Falha dá a hackers acesso a smartphones em tempo real: você confia no seu smartphone Android, iPhone ou Windows Phone?

The post Sala da Justiça #33 — Usina solar assassina, fatality no gelo, filtro solar e mais appeared first on Meio Bit.








Attached Media: audio/mpeg (42 240 ko)
Author: "Meio Bit" Tags: "Sala da Justiça, Falha de Segurança, M..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Wednesday, 27 Aug 2014 21:00

Células Tronco

Pesquisadores escoceses conseguiram criar um órgão humano no interior de um animal pela primeira vez. Um grupo de células implantadas em ratos se desenvolveu formando um timo, parte importante do sistema imunológico.

A descoberta, publicada na Nature Cell Biology, pode ser o pontapé inicial nas alternativas ao transplante de órgãos.

Especialistas afirmam que a pesquisa foi promissora, mas ainda serão necessários muitos anos para ser aplicada em humanos.

O timo é encontrado próximo ao coração e produz um componente do sistema imunológico, as células T, que atuam contra infecções.

Os cientistas do centro de medicina regenerativa do Conselho de Pesquisa Médica da Universidade de Edimburgo começaram com células do embrião de um rato. Essas células foram reprogramadas geneticamente e começaram a se transformar em um tipo de célula encontrado no timo.

Elas foram então misturadas com outras células de apoio e implantadas em ratos. Uma vez no interior dos roedores, elas se desenvolveram, transformando-se em um timo funcional.

O fato do timo ser um órgão simples facilitou o processo. Ele contém basicamente duas regiões principais, o córtex e a medula, e produz células T.

A professora Clare Blackburn, membro da equipe, disse que foi incrivelmente emocionante quando eles se deram conta do que tinham conseguido fazer.

Ela contou ao site da BBC que “foi uma surpresa completa que conseguimos gerar um órgão completo e plenamente funcional, começando com células reprogramadas”.

Pacientes que precisam de transplante de medula e crianças que nascem sem um timo funcional poderiam todos se beneficiar. Idosos também, já que o timo costuma a encolher com a idade, enfraquecendo o sistema imunológico.

Há alguns obstáculos, no entanto, para levar a técnica para humanos. A técnica atual utiliza embriões. Isso significa que o timo em desenvolvimento não teria um tecido compatível com o paciente.

Os pesquisadores também precisam ter certeza que as células transplantadas não se tornem um risco de câncer, crescendo incontrolavelmente.

Fonte: Nature Cell Biology

The post Cientistas desenvolvem primeiro órgão funcional com células-tronco appeared first on Meio Bit.








Author: "j. noronha" Tags: "Células-tronco, Hardware, células huma..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Wednesday, 27 Aug 2014 19:30

lg-g3-stylus

O LG G3 é um senhor smartphone, disso não temos dúvida. Entretanto, é prática comum dos fabricantes pegarem carona na linha principal de seus dispositivos de ponta e lançar versões resumidas dos mesmos, que emprestam apenas o nome mas contam com especificações inferiores. A Samsung é mestra em fazer isso e agora sua rival também segue nesse rumo ao apresentar o G3 Stylus, um smartphone de 5,5 polegadas com capacidades bem aquém de seu irmão mais velho.

Essa não é a primeira vez que a LG apresenta um aparelho com a mesma grife, só que o G3 Beat era um smartphone ao menos mais apresentável: embora o hardware fosse basicamente o mesmo, o display de 5 polegadas do Beat possui resolução HD, totalizando 294 ppi. Já o G3 Stylus conta com o mesmo tamanho de tela do G3, 5,5 polegadas. Entretanto, a resolução Quad HD foi derrubada para qHD, ou 960 x 540 pixels. Isso dá um total de densidade de pixels de meros 200 por polegada, um valor muito baixo e próximo do aceitável visto em desktops, que contam com telas bem maiores. Aqui, não importa se o ângulo de visão for grande ou a tela contar com uma boa iluminação, a resolução baixa põe tudo a perder.

De resto ele incorpora elementos do Beat e algumas coisas do G3: além da óbvia adição da canetinha, o G3 Stylus conta com SoC quad-core com clock de 1,3 GHz (é possível que seja o mesmo Snapdragon 400), 1 GB de RAM, 8 GB de espaço interno, câmera principal de 13 megapixels (mesmo número de pixels do G3, mas é bem improvável que o sensor seja o mesmo) e frontal de 1,2 MP, conexão apenas 3G, bateria de 3.000 mAh como no G3 e Android 4.4.2 KitKat.

A LG vai lançar o G3 Stylus em setembro primeiro no Brasil, para depois levá-lo a países da Ásia, Oriente Médio, África e finalmente Rússia e outros países da CEI. Nada foi dito sobre o preço, tendo a LG mencionado apenas que ele será “excepcional”. Considerando que o G3 chegou aqui com uma etiqueta de R$ 2.299,00, espera-se que por se tratar de um aparelho de entrada seu preço seja justo.

Fonte: LG.

The post LG G3 Stylus, smart de entrada que chega primeiro ao Brasil appeared first on Meio Bit.








Author: "Ronaldo Gogoni" Tags: "lançamento, LG G3 Beat, Comunicação D..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Wednesday, 27 Aug 2014 18:30

Twitter

Se você já achava chato, como eu, o Twitter sugerir gente que você prefere ver morta para seguir, calma que melhora.

Recentemente o Twitter começou, discretamente, a exibir tweets marcados como favoritos por gente que você segue. Muita gente está chiando com isso, mas parece que a mudança veio para ficar.

Seguindo a linha “se é bom para o Facebook é bom para nós”, agora o Twitter oficializou que irá exibir conteúdo que ele acha que você quer ver em sua timeline, tudo já explicado na central de ajuda:

Additionally, when we identify a Tweet, an account to follow, or other content that’s popular or relevant, we may add it to your timeline. This means you will sometimes see Tweets from accounts you don’t follow. We select each Tweet using a variety of signals, including how popular it is and how people in your network are interacting with it. Our goal is to make your home timeline even more relevant and interesting.”

Em bom português:

Adicionalmente, quando identificarmos um tweet, uma conta para seguir, ou outro conteúdo que é popular ou relevante, poderemos adicioná-lo a sua timeline. Isso significa que você às vezes irá ver tweets de contas que não segue. Nós selecionamos cada tweet usando uma variedade de sinais, incluindo a popularidade e quantas pessoas em sua rede estão interagindo com o mesmo. Nosso objetivo é fazer sua timeline ainda mais relevante e interessante.”

Também conhecido como: queremos segurá-lo aqui mais tempo para vender mais anúncios.

Resta saber o quanto isso vai ser positivo ou não para o serviço, já que muita gente prefere o Twitter por não interferir na timeline, paz que está definitivamente morta a partir de agora.

Fonte: TNW.

The post Twitter vai exibir tweets de gente que você não segue na timeline appeared first on Meio Bit.








Author: "j. noronha" Tags: "Web 2.0, iPhone 6L, twitter, Software"
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Wednesday, 27 Aug 2014 17:31

xbox-one-kinect

A Microsoft bem que tentou, mas acabou tropeçando em suas próprias palavras. Ao afirmar aos quatro ventos que o Xbox One e o Kinect eram uma coisa só, o número crescente de vendas do PS4 devido principalmente à diferença de 100 dólares acabou pesando demais para Redmond, que voltou atrás e passou a vender o console sem o sensor de movimento, pelo mesmo preço do concorrente.

Agora, como era de se esperar a empresa prepara o lançamento do acessório de forma avulsa para outubro, custando US$ 149.

A Microsoft resistiu o quanto pôde, mas no fim das contas não conseguiu brigar em valores com seu adversário. A ideia de vender o Xbox One somente em bundle com o Kinect era permitir que os desenvolvedores pudessem explorar o potencial do Kinect em todos os seus games, seguindo a lógica de que todos os donos da plataforma teriam obrigatoriamente o sensor. Com o fim do pacote essa iniciativa foi pra cucuia, devolvendo o acessório ao lugar que ele ocupa no Xbox 360: uma curiosidade e só. Melhor para os entusiastas, que piram com as possibilidades do sensor e criam hacks de cair o queixo. Entretanto, a chance de promovê-lo como uma instância significativa para consoles de mesa se perdeu mais uma vez.

Agora, não mais do que obviamente a Microsoft está preparando a venda oficial do Kinect para Xbox One de forma avulsa. Segundo fontes a partir do dia 6 de outubro, jogadores dos Estados Unidos e outras localidades poderão levar o acessório para casa por US$ 149, 50 dólares a menos do que a versão para Windows, que segundo a Microsoft é a indicada para hackers e entusiastas: a posição oficial é que o modelo de Xbox One não é otimizado para desktops e possui entrada proprietária, não sendo compatível com computadores.

Bem, disseram o mesmo da versão de 360 e ele é o mais utilizado por hackers e desenvolvedores, principalmente por ser mais barato. O conector de fato é diferente do presente no console anterior, mas isso não quer dizer que alguém não será capaz de fazer um adaptador não oficial. Em tempo, a versão para Windows virá com um conector USB 3.0. É possível encomendá-lo em 23 países (Brasil ficou de fora), bem como baixar o SDK gratuitamente.

Fonte: WPC.

The post Microsoft lançará Kinect para Xbox One avulso em outubro appeared first on Meio Bit.








Author: "Ronaldo Gogoni" Tags: "Acessórios, Kinect 2, Xbox One, Microso..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Wednesday, 27 Aug 2014 15:30

dropbox-iphone

É divertido ver quando executivos cabeçudos são forçados a baixarem suas cabeças e aceitarem mudar seus conceitos devido a concorrência feroz. Da mesma forma que a Microsoft teve que engolir o sapo e passar a vender o Xbox One sem o Kinect, agora o Dropbox reconhece que não fará frente ao Google Drive sem fazer uma oferta equivalente. Assim sendo, seu plano Pro foi equiparado ao do rival em preço e capacidade de armazenamento.

Na verdade o Dropbox está adicionando diversas funcionalidades de segurança, como a possibilidade de apagar o conteúdo sincronizado em um determinado dispositivo devido perda ou furto, bem como a possibilidade de definir uma senha e um período de acesso quando você for compartilhar seus arquivos com alguém, além de impedir o download e permitir apenas visualização dos arquivos.

Entretanto, é evidente que a novidade mais esperada é o aumento de capacidade de armazenamento com um preço mais camarada. Há não muito tempo atrás o CEO do Dropbox Drew Houston disse com todas as letras que a empresa não iria cortar seus preços, mas a verdade é que esta é uma frente perdida. O Google Drive oferece 100 GB de espaço por ridículos dois dólares, ou generosos 1 TB mediante o pagamento de US$ 9,99 ao mês. O OneDrive da Microsoft também possui um plano de 100 GB por US$ 1,99 e outro de 200 GB por U$ 3,99/mês, além de um terceiro de 1 TB restrito a assinantes do Office 365. O Dropbox, com um plano de 100 GB por US$ 9,99/mês parecia uma piada de mau gosto.

dropbox

Agora jogaram a toalha. A partir de hoje, o plano Pro passa a oferecer 1 TB de armazenamento pelo mesmo preço do Google Drive: US$ 9,99 ao mês. A atualização é imediata e já está disponível para todos. Caso você já seja assinante do Pro o Dropbox vai atualizar sua conta, acrescentando o espaço adicional nos próximos dias.

No mais fica a lição: ou você evolui ou será extinto.

Fonte: DB.

The post Dropbox passa a oferecer 1 TB por US$ 9,99 ao mês appeared first on Meio Bit.








Author: "Ronaldo Gogoni" Tags: "concorrência, Comunicação Digital, dr..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Wednesday, 27 Aug 2014 14:45

UpperPost007

Por algum tempo eu relutei em escrever sobre isso, mas meus amigos Ronaldo Gogoni e Dori Prata insistiram para que eu publicasse essa história, então aqui vai.

Por volta de 1999, eu morava no litoral sul de São Paulo. Certamente não me encaixava naquele lugar. Não que a cidade fosse ruim, apenas não era um lugar pra mim.

Conheci o Guilhermo quando eu tinha 17 anos. Ele tinha 16.

Ele era um cara recluso, também se incomodava com essa realidade litorânea e preferia ficar em seu quarto jogando, lendo quadrinhos e ouvindo bandas que eu ouço até hoje.

Sobre melhores amigos…

Imediatamente viramos grandes amigos. Passamos a andar juntos, fazer música juntos e claro, jogar videogame. Ele tinha um Nintendo 64 e a gente adorava jogar GoldenEye 007.

Certa vez ele me contou que iria viajar, coisa rápida. Depois de muita conversa consegui convencê-lo de me emprestar o 64 durante esses dias.

Como Guilhermo já tinha fechado o single player do 007 milhares de vezes, pedi pra ele anotar algumas dicas e macetes que lembrava de cabeça. Modo invencível, acesso a todas as armas, o que fazer para habilitar determinado cenário, coisas assim.

Ele escreveu o que lembrou, botou no meio do manual do jogo e me entregou tudo dentro de uma sacola antes de viajar.

Levei pra casa, todo feliz. Joguei muito, usei os cheats, passei várias fases, mas a verdade é que eu não consegui terminar o jogo. Daqui a pouco a gente volta a falar disso.

Hora de devolver o videogame para o Guilhermo. Fui até a casa dele, que me contou como tinha sido a viagem, e rimos muito com coisas que aconteceram por lá.

E jogamos, evidentemente, pois ninguém é de ferro.

Sobre a vida…

Depois de algum tempo eu me mudei de cidade. Ele também, mas nunca perdemos completamente o contato. Vocês sabem como isso funciona. Novos amigos, cada um saindo pra lugares diferentes, mas tentando se ver sempre que dava.

Em um feriado prolongado, tínhamos marcado de nos encontrar, mas ele não apareceu. Tentei contato, mas o cara não ficava online no MSN, nem respondia os emails. Em uma época na qual celulares ainda não eram disseminados como hoje, encontrar alguém assim não era nada fácil.

Somente depois de 3 dias recebemos notícias, através da família. O Guilhermo estava voltando pra casa com amigos, quando o rapaz que estava ao volante perdeu o controle e bateu o carro. De alguma forma, ele foi arremessado pra fora do veículo.

Descobrimos onde ele estava hospitalizado e os médicos concluíram que ele tinha sofrido múltiplas fraturas. Nos disseram que não seria possível uma visita naquele momento.

No outro dia, estávamos nos preparando para ir ao hospital quando recebemos a notícia que nós mais temíamos: o Guilhermo de fato tinha falecido. 21 anos. Ele só tinha 21 anos…

Eu chorei muito, foi como perder um pedaço de mim. Ele fez parte essencial da vida de muitas pessoas ao meu redor. Da minha vida. Me senti sem chão mesmo. A presença da morte é cruel e inexplicável em palavras.

Sobre videogames…

Anos depois, vida que segue, estou morando em um lugar completamente diferente.

Numa luta pra montar uma coleção de consoles antigos, finalmente consegui um Nintendo 64. Yay!

Te dou uma Golden Gun se você adivinhar qual foi um dos primeiros jogos que eu quis terminar.

Claro! Peguei o cartucho do GoldenEye 007, dei uma assoprada e, com aquela poeira que volta em direção ao nosso rosto, veio também a ideia de vascular uma pasta com revistas antigas de videogame.

Ao abrir esse portal de ácaros e publicações carcomidas dos anos 90, descobri que o manual do jogo do Guilhermo tinha ficado comigo, dentro da pasta.

Peguei o manual com tensão semelhante à do Indiana Jones quando ele estava vendo a Arca Perdida ser aberta.

Dentro do manual eu encontrei a folha, agora amarelada, com todas as dicas que o Guilhermo escreveu pra mim.

Lembrei imediatamente de todas as tardes que jogamos juntos, de todas as músicas que fizemos, do seu senso de humor único, das nossas viagens e das coisas que ele gostaria de ter feito.

IMG_57211

IMG_57251

IMG_57331

IMG_57421

Hoje, com lágrimas lavando o joystick, volto a jogar Nintendo 64 com você. Com suas palavras ao meu lado, como se você ainda estivesse aqui.

Mesmo hoje, 10 anos depois que você se foi, tenho 32 anos, e ainda sinto saudade de você, meu irmão. E você deu um jeito de continuar presente.

Foi muito difícil terminar este texto, mas ainda assim, valeu a pena.

Até mais, e obrigado pelos peixes!

The post Sobre melhores amigos, a vida e videogames appeared first on Meio Bit.








Author: "Matheus Gonçalves" Tags: "Dicas, Cultura Gamer, GoldenEye, Destaqu..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Date: Wednesday, 27 Aug 2014 14:31

pokken-tournament

Da série “ideias que só um louco seria ousado o bastante para tornar real”: a possibilidade da Nintendo criar um game de luta de facto utilizando os mais de 600 monstrinhos de bolso da franquia Pokémon é algo que todos os fãs da série já pensaram um dia, mas o consenso geral era de que materializar algo do tipo seria uma insanidade completa: não porque não poderia ser feito, mas pelo fato da Nintendo ter certa dificuldade em perceber o óbvio.

No ano passado, a empresa japonesa registrou a marca Pokkén Fighters, o que deixou muita gente com a pulga atrás da orelha. Agora, a Nintendo revelou o primeiro trailer de Pokkén Tournament, que como o título sugere é uma parceria entre a casa do Mario e a Bandai Namco Games, sendo o título desenvolvido tendo como base a franquia Tekken.

No trailer divulgado é possível ver os monstrinhos Machamp e Lucaria num quebra-pau que não deve em nada ao que estamos acostumados a ver nos títulos mais recentes da série de luta da Namco, o que prova que todo o cuidado está sendo tomado por ambas as empresas para entregar um game que agrade tanto os pokéfãs quando os amantes dos bons jogos de luta. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira pelo CEO da The Pokémon Company Tsunekazu Ishihara, acompanhado pelos produtores Katsuhiro Harada (Tekken) e Massaki Hoshino (Soul Calibur). Sim, as equipes das duas franquias de luta principais da Namco estão trabalhando em conjunto para fazer de Pokkén Fighters um grande título.

Harada disse que pretende fazer um game atraente a todos os públicos: fãs de Pokémon, jogadores casuais e experts em game de luta. Hoshino lembrou que a desenvolvedora está trabalhando para entregar um produto primoroso, rodando a 60 fps e com gráficos de ponta. Segundo Ishihara, tudo para tornar a experiência Pokémon a mais real e divertida possível.

E antes que alguém pergunte: não, não haverá personagens de Tekken, Soul Calibur ou mesmo Digimon no game (os monstrinhos digitais são de propriedade da Bandai Namco).

A previsão é que Pokkén Fighters seja lançado nos arcades japoneses em 2015 (o que não é tão estranho, títulos como Pokémon Tretta já foram lançados para os comedores de ficha anteriormente), sem previsão de uma posterior conversão para Wii U ou Nintendo 3DS.


The Official Pokémon Channel — POKKÉN TOURNAMENT: First Look!

Fonte: YT.

The post Pokémon + Tekken = Pokkén Tournament (mas hein!?) appeared first on Meio Bit.








Author: "Ronaldo Gogoni" Tags: "Bandai Namco Games, japão, Pokémon, Cu..."
Comments Send by mail Print  Save  Delicious 
Next page
» You can also retrieve older items : Read
» © All content and copyrights belong to their respective authors.«
» © FeedShow - Online RSS Feeds Reader